Anjo de Luz

    Disse o Homem chorando a Deus, um dia:
    - Sofro, meu Pai, na Terra, amargamente,
    Em toda parte, a dor triste e gemente
    É um fantasma de sombra que me espia.

    Vivo algemado à angústia da agonia...
    Por que me deste o horrendo inferno à mente,
    Sem fonte amiga que me dessedente,
    Entre o sol calcinante e a noite fria?

    E o Senhor respondeu-lhe: - Estás em treva,
    Pela inconformação que te subleva,
    Mas libertar-te-ei da rrea grade.

    E, após chamá-lo à Glória Excelsa e Eleita,
    Para guiar-lhe a senda escura e estreita,
    Deu-lhe o Anjo de Luz da Caridade.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens