Apelo

    Meus amigos.

    Não basta recolher os frutos do caminho. É necessário fazer luz dentro dele para que não nos percamos nas trevas.

    Amealhar os benefícios imediatos do Espiritismo, procurando-lhe as gratificações consoladoras será compreensível para nós todos, mormente na hora escura que a Terra vai atravessando no inquietante período de transição da atualidade.

    Entretanto, não basta fartar-se a alma de reconforto superficial, de vez que o alívio nem sempre significa solução.

    Saibamos aproveitas as graças e os favores da Doutrina de Amor que nos enriquece de conhecimento e esperança, plasmando no espírito a renovação que nos é indispensável.

    Para isso, descurar o Evangelho será esquecer a escola e menosprezar a lição.

    Consagremos alguns minutos, cada dia, à procura de orientação com o Instrutor da Imortalidade.

    Evangelho no coração para que aprendamos a sentir.

    Evangelho no pensamento para que não nos falhe o equilíbrio.

    Evangelho na palavra para que não nos prendamos à perturbação.

    Evangelho nos braços para que a preguiça não nos faça cair em seus despenhadeiros de sofrimento.

    Para isso, é necessário ler os ensinamentos do Senhor e meditar-lhes a essência, imprimindo rumo certo ao barco de nossa vida.

    Sem a bússola, a embarcação vagueia sem rumo.

    Sem Jesus, comandando o nosso interior, erraremos na Terra, no corpo ou fora dele, ao sabor das circunstâncias e das influências alheias à nossa vontade, à maneira de folhas ressequidas ao vento.

    Honremos a luz celeste que nos trouxe a bênção do Espiritismo e, cultivando o Evangelho na consciência, na família, no lar e na luta coletiva, converteremos o coração em santuário vivo em que brilhará para sempre a Vontade do Nosso Divino Mestre e Senhor.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a)

    Acesse todas as Mensagens