Não Sabem

    Muitos companheiros da Terra que perderam entes queridos em processos de crueldade estimariam ouvir-lhes as impressões do Mais Além, com referência às provas sofridas ao se despedirem do Plano Físico.

    E as respostas, comumente, lhes soariam aos ouvidos, insuflando-lhes surpresa e admiração.

    Os desencarnados que se reconhecessem livres das estreitezas humanas lhes surgiriam ao entendimento por advogados de seus próprios algozes.

    Filhos abatidos pelas armas de salteadores infelizes pediriam o perdão dos pais em benefício deles, compreendendo-lhes o suplício da consciência culpada; pais sacrificados por pessoas inescrupulosas solicitariam a tolerância e a bondade dos descendentes para quantos lhes promoveram a destruição da existência terrestre; criaturas violentas no próprio corpo e seviciadas até a desencarnação suplicariam o socorro dos entes amados para aqueles que lhes impuseram a morte; e amigos massacrados por agressores voltariam da Vida Maior, implorando compaixão para quantos lhes tramaram a perda.

    Se, algum dia, tiveres de ouvir os seres queridos, transportados para a Vida Superior, sob pesados golpes da delinqüência, não guardes qualquer idéia de condenação e vindita. Quantos deles já se encontrem identificados com os ensinamentos de Jesus, te rogarão piedade e amor para com os perseguidores que os feriram, de vez que todos aqueles que atormentam e arrasam os seus próprios irmãos não sabem o que fazem.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a)

    Acesse todas as Mensagens