A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Quando tudo te pareça,
Na tristeza que te invade,
Infortúnio, desencanto,
Amargura e tempestade;

Quando a saúde escasseia
E o companheiro deserta,
Quando o grito dos credores
Lembra garra que te aperta;

Quando notas que perdeste
O que tenhas por melhor
E enxergas apenas sombra
A envolver-te em derredor;

Quando os deveres te obrigam
A sorrir e a suportar,
Enquanto desejarias
Reagir e espernear,

Quando a corrente contrária
E angústia a esmagar-te o dia
Com o punhal do sofrimento
Que em tudo te desafia;

Recorda que Deus te deu,
Perante qualquer pesar,
A que te guarda e ensina
A nunca desanimar.

Por trás da noite de espinhos,
Na provação vexatória,
Quem sabe? Talvez estejas
No alvorecer da vitória.

Insiste na tolerância,
Nada reclames de alguém,
O Céu renova os caminhos
De quem persiste no bem.

Por isso, serve e não temas,
Nada te faça fugir,
Quando tudo segue mal
É hora de resistir.


Por: Jair Presente, Do livro: Seguindo Juntos, Médium: Francisco Cândido Xavier - Espíritos Diversos


Leia Também:

Fora da Caridade não há Salvação?: por Alkindar de Oliveira
Caridade no Lar: por Camilo Chaves
Caridade Essencial: por Emmanuel
Caridade Cristã: por Idalina
Caridade, A Meta!: por Joanna de Ângelis

Avalie Esssa MSG

10 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários