Vem e Auxilia

    Acendeste mais luz na inteligência e, por isso, consegues observar, mais longe, o campo das necessidades humanas.

    Sabes onde se oculta a ignorância, suscitando a carência de luz e onde se alteia o brilho do conhecimento enobrecido que te faculta o reconhecimento da universalidade da vida, a prenunciar- te o júbilo da consciência cósmica.

    Entretanto, não olvides estender a mão aos companheiros que renteiam contigo, chegando da retaguarda.

    Muitos se marginalizam nas trevas por desconhecerem o caminho que já podes trilhar.

    Ontem, igualmente tateavas.

    Hoje, conheces.

    Reparte o pão da luz espiritual que amealhaste, a fim de que outros se nutram dele, de modo a buscarem, por eles próprios, a riqueza das instruções que usufruis.

    Não reproves aqueles que ainda não dispõem da força precisa, a fim de acompanhar- te.

    Ei-los que te aguardam as diretrizes.

    Sabes que ninguém adquire a elevação espiritual por osmose.

    Em razão disso, todos os irmãos que vacilam na estrada, entre a negação e o sofrimento, entre a dúvida e o desânimo não te reclamam prodígios que lhes operem a renovação do mundo interior, de um momento para outro.

    Todos eles, filhos de Deus, tanto quanto nós, são criaturas que se candidatam à escalada para a Vida Maior e, para isso, te rogam apenas o calor da simpatia e uma réstia de luz.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior

    Acesse todas as Mensagens