Acréscimo do Novo

    "Aquele que não receber o Reino de Deus como uma criança não entrará nele"

    Na infância corporal, encontra-se o Espírito vulnerável à influenciação, apassivado a novidades. Para a criança, o novo é o seu objetivo, a sua busca incessante, a sua razão de ser.
    Por isso, em sua simplicidade, desatando os preconceitos, o infante é um ser em transformação evidente, em renascer constante para a vida.
    À idade adulta, envolve-se o indivíduo em conceituações e formas, posicionamentos e posturas, que, se na aparência, conferem-lhe estabilidade, na verdade impossibilita-o de avançar passos mais decisivos em direção ao futuro, ao se deixar entorpecer pela materialidade.
    As grandes mudanças, para se processarem, não prescindem da preparação e do amadurecimento, porém freqüentemente estão vinculadas ao que o homem considera como verdadeiras catástrofes e explosões, que o induzem a desnudar-se da capa da "estabilidade" ostentada na carne em favor da
    transcendência. Vê-se, a exemplo disso, o chamamento de Saulo de Tarso, na Estrada de Damasco dar-se com tamanha veemência, a ponto de torná-lo cego da vista física, ele que teimosamente fazia-se cego do espírito, aprisionado na forma e na exterioridade rabínica, enfatuado no conhecimento farisaico, arrogante na sua posição perante a sociedade de então.
    Surge daí o "homem novo" asfixiando o "homem velho", não para destruí-lo por completo nadificando-o, posto necessário o seu arcabouço de experiências acumuladas, mas para remoça-lo, fazê-lo renascer do espírito
    O "homem novo" é, pois, basicamente o "homem velho" renascido. 
    O misoneísmo que vos escraviza e afoga no passado é, decerto, bem compreensível diante do já constituído. Mas será que já dispusestes do último tijolo da edificação que promoveis em vosso interior? A última palavra já foi dada por vós em matéria de evolução?...
    Não repilais as novas idéias que parecem contrastar com as que acalentais em vosso coração! Antes, procurai entende-las e compara-las judiciosamente ao que dispondes no hoje, somando-as ao vosso acervo evolutivo.
    Não desprezeis o futuro que vos conclama a luta na feição de novas idéias! O Cristianismo é a idéia nova, novíssima, por vir sendo bem pouco praticado em sua essência, confundido que foi com as manifestações orgulhosas do preferencialismo dos "escolhidos".
    O Espiritismo é, por sua vez, essa nova idéia que ressurge límpida, deslindada das impurezas e nódoas que lhe foram assentadas pela incúria humana.
    Cabe a vós não retardar o progresso do Ensino Cristão nos corações e nas consciências, pelo receio de renovação e de amar. Erguei bem alto a luminosa bússola do "amai-vos uns aos outros". Fazei-vos quais crianças sonhadoras, confiantes e esperançosas de um novo amanhã, de um mundo
    melhor. Abri um sorriso de serenidade ao Cristo que vos chama e vos indica o luminoso, conquanto ainda espinhoso, roteiro da felicidade.
    Sede simples e humildes como a criança e estareis edificando, célere, o Reino Deus em vós mesmos.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens