A Caridade Maior

    (...)

    Caridade é servir sem descanso, ainda mesmo quando a enfermidade sem importância te convoque ao repouso;

    * é cooperar espontaneamente nas boas obras, sem aguardar convite dos outros;

    * é não incomodar quem trabalha;

    * é aperfeiçoar-se alguém naquilo que faz para ser mais útil;

    * é suportar sem revolta a bílis do companheiro;

    * é auxiliar os parentes sem reprovação;

    * é rejubilar-se com a prosperidade do próximo;

    * é resumir a conversação de duas horas em três ou quatro frases;

    * é não afligir quem nos acompanha;

    * é ensurdecer-se para a difamação;

    * é guardar bom humor, cancelando a queixa de qualquer procedência;

    * é respeitar cada pessoa e cada coisa na posição que lhes é própria.

    (...)

    Não percas um minuto em descabidas inquirições. Conduzes os problemas que te atormentam o Espírito e o teu próprio trabalho liquidá-los-á. A experiência aclara o caminho de quantos lhe adquirem os tesouros de luz. Recolhe as crianças desvalidas, ampara os doentes, consola os infelizes e socorre os necessitados. Não olvideis, pois, que a execução dos teus deveres para com o próximo será sempre a tua caridade maior.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior

    Acesse todas as Mensagens