A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Alguém te bate à porta, dia a dia,
Esmolando-te amor, oculto embora
Nas agruras e chagas de quem chora
Entre a grande aflição e a noite fria...

Medita e ouvi-lo-ás chamando agora
Na miséria cansada que te espia,
Nos herdeiros da sombra e da agonia,
Que se arrastam gemendo estrada afora...

Alguém te segue os passos, de mansinho,
Junto às trevas e às dores do caminho,
Anotando o que fazes por vencê-las;

Esse Alguém é Jesus que, em toda idade,
Arrecada os teus gestos de bondade
No Tesouro Divino das Estrelas.


Por: Auta de Souza, Do livro: Poetas Redivivos. Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

O Cristo Paciente: por Amélia
Poema do Menino Jesus: por Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)
Assim Falava Jesus ...: por Desconhecido
O Cristo e o Livro: por Constâncio Alves
A Jesus: por Auta de Souza

Avalie Esssa MSG

1 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários