A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Há no vasto castelo, estilo Renascença,
Desenhos e painéis de perfeição sem nugas.
Milhões de almas, aí tomadas de ânsia imensa,
Estudam crânios, pés, braços, mãos e verrugas...

Buscando provação, dor, angústia e doença,
Desenham-se croquis de mil prisões sem fugas...
E falam do valor da matéria mais densa,
Seja na carne flórea ou num manto de rugas.

Tudo é justiça e amor, em feliz casamento;
No Palácio da Luz brilha o renascimento,
Enaltecendo a Lei, em Divino Objetivo.

E o carma aperfeiçoa os derradeiros planos
De todo viajar dos carreiros humanos
Ao renascer no corpo, o templo excelso e vivo!


Por: Lafayette Melo, Do livro: Antologia dos Imortais. Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Lei do Amor: por Narcisa Amália
A Lei: por Augusto dos Anjos
Na Lei do Auxílio: por Emmanuel
Lógica Espírita: por Albino Teixeira
Cantigas de Pensar: por Jovino Guedes

Avalie Esssa MSG

0 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários