A Lei

    Em reflexões misérrimas, absorto,
    Raciocinava: – “O último tormento
    É regressar à carne e ao sofrimento
    Sem o triste fenômeno do aborto!...

    Toda a amargura dalma é o desconforto
    De retornar ao corpo famulento,
    E apagar toda a luz do pensamento
    Nas células de um mundo amargo e morto!...”

    Mas, uma voz da luz dos grandes mundos,
    Em conceitos sublimes e profundos,
    Respondeu-me em acentos colossais:

    –“ Verme que volves dos esterquilínios,
    Cessa a miséria de teus raciocínios,
    Não insultes as leis universais.”


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens