Ante Jesus

    Eis que passa no tempo a imensa caravana –
    A multidão revel que humilhada se agita –
    Reis, tiranos e heróis, rondando a turba aflita
    e fugindo à verdade augusta e soberana.

    Sobre carros triunfais, a Treva se engalana...
    E a mendaz ilusão freme, goza e palpita
    para rojar-se, após a miséria infinita,
    na cinza a que se acolhe a majestade humana.

    Mas Tu, Mestre da Paz, que a bondade ilumina,
    guardas, imorredoura, a grandeza divina,
    sem que o lodo abismal Te ofenda ou desconforte.

    Tudo passa, descendo à sombra do caminho,
    mas no sólio da cruz inda imperas sozinho,
    na vitória do amor que fulge além da morte.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens