A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Deus criou a Terra, à maneira de um paraíso repleto de fontes e de flores para as criaturas em evolução.

O homem dilapidou-lhe a face, a pretexto de buscar recursos e cultivá-los para a própria alimentação.

Deus formou o solo do Planeta com incalculáveis tesouros.

O homem encontrou vestígios de semelhantes riquezas e bastou isso para escavar-lhe o corpo, apropriando-se das criações divinas e instalando antagonismos entre os próprios irmãos para transformá-las em objeto de cobiça e ambição desvairada

Deus levantou árvores, destinando-as à proteção da vida.

O Homem, no entanto, derrubou-as, não apenas a fim de aproveitá-las na edificação de moradias, segundo as finalidades que lhes foram assinaladas, mas simplesmente por bagatelas ou para complementar o espetáculo de pavorosos incêndios.

Deus inspirou a formação da dinamite para facilitar a construção de estradas que favorecessem o intercâmbio entre os povos.

O Homem, entretanto, empregou-a na fabricação de bombas para a destruição de comunidades indefesas.

Deus plasmou a beleza e a música, a arte e a ciência, da conjugação das quais nascesse a paz entre os seres.

O Homem inventou planos de hegemonia e fez a guerra que se alimenta com milhões de vidas, expulsando, vaidosamente, a paz do ambiente deles mesmos.

Quando observares a Terra, sofrendo agressões à natureza e estabelecendo a dominação da guerra, não incluas Deus em tuas indagações, porque já sabes de quem é a culpa.


Por: Emmanuel, Do livro: Monte Acima, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Homem da Terra: por Augusto dos Anjos
Aula Viva: por Narcisa Amália
Amor: por Joanna de Ângelis
Com Deus: por Meimei
O Homem Jesus: por Momento Espírita

Avalie Esssa MSG

3 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários