Riqueza e Ação

    Todas as oportunidades de estudo e progresso, aprimoramento e educação, constituem talentos que o Senhor nos empresta, a fim de que possamos com ele colaborar na extensão da Obra Divina.

    Em razão disso, a riqueza não é somente o depósito bancário ou a bolsa repleta.

    Riqueza é também a saúde que produz reconforto e o pensamento equilibrado a exprimir-se em bênção de segurança.

    Riqueza é mão que trabalha e a inteligência que raciocina.

    Por isso mesmo, ninguém é tão pobre que não possa algo fazer na rota do bem comum.

    Assim considerada, a riqueza no mundo é qual o sangue no copo.

    Ergue-se a máquina fisiológica, em todo o seu conjunto soberbo de peças, à base do líquido sangüíneo que circula, generoso e incessante.

    Tudo nesse universo de células microscópicas é atividade infatigável, para que a vida se expresse divina e soberana.

    A parada intempestiva ou o empobrecimento do sangue carreiam a morte.

    Em nossa condição de ricos do dinheiro ou da habilidade, de coragem ou esperança, equilíbrio ou conhecimento, é indispensável nos devotemos ao serviço da elevação e da felicidade de todos os que nos cercam, de vez que a preguiça, irmã gêmea da sovinice, é, em verdade, a fonte da ignorância que traz consigo, em tudo, as chagas da penúria e os tormentos do mal.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens