A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Um homem sisudo entrou numa sala onde várias pessoas conversavam cordialmente.

O recém-chegado sentou-se sem dizer palavra.

Destacou-se para logo uma estranha ocorrência.

Os circunstantes calaram-se e, em seguida, afastaram-se, um por um.

O dono da casa veio ao encontro do último dos retirantes e perguntou:

- Que terá sucedido, se o meu novo hóspede nada chegou a dizer?

O interpelado, no entanto, respondeu, hesitante.

Não consigo explicar, mas tenho a impressão de que o silêncio dele faz barulho demais.


Por: Emmanuel, Do livro: Recados Do Além, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

O Melhor para Fazer: por André Luiz
O Silêncio: por Meimei
Em Silêncio: por André Luiz
Lembraremos: por Augusto Cezar
Conversa de Irmã: por Maria Dolores

Avalie Esssa MSG

0 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários