A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Faça da a lúcida cartilha
Na romagem de pranto que te apura
E, atravessando a grande noite escura,
Segue, louvando a mágoa que te humilha.

Não desdenhes chorar, querida filha...
Sob o rude madeiro da amargura
Atingirás a luz da imensa Altura,
Onde a gloriado amor se eleva e brilha...

Recorda o Mestre aflito e solitário
E agradece, nas urzes do Calvário,
A sacrossanta dor que te ilumina!

Vence as pedras da angústia e do cansaço
E, um dia, alcançaremos, passo a passo,
O Eterno Lar da Redenção Divina.


Por: Vallado Rosas, Caso tenha ou possua, envie-nos a referência desse texto.


Leia Também:

Alma Gêmea da Minha Alma: por Emmanuel
Encontrei um Anjo: por Robson (Londrina)
Calma: por André Luiz
Calma para o Êxito: por Joanna de Ângelis
Alma dos Diferentes: por Artur da Távola

Avalie Esssa MSG

2 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários