20 anos de Desencarnação de Francisco Cândido Xavier

“Ele não é espírita apenas quando está no centro ou cercado pela multidão.
Ele não é médium somente nos horários restritos das reuniões.
A sós ou junto do povo, no seu lar ou no centro,
ele é sempre o espírita e o médium
que vive e exemplifica o que escreve e fala”.
[SCHUBERT]

Completam-se no dia 30 de junho os 20 anos da desencarnação de Francisco Cândido Xavier. Foi modelo de caridade e auxílio aos mais necessitados, seja do pão material ou alimento espiritual. Para muitos foi o exemplo vivo do Evangelho de Cristo, vivendo os deveres de sua passagem ao máximo, sem renúncia.

No livro Testemunhos de Chico Xavier [1], Suely Caldas Schubert o descreve como o “missionário indicado pelo Plano Espiritual Maior para dar continuidade à revelação progressiva da doutrina espírita”. E o fez na edição constante de livros, psicografia de cartas consoladoras e projetos de caridade.

Visitas constantes em presídios, instituições carentes, encontros com pessoas que precisavam de auxílio de cura. Diversas foram as atividades na trajetória de Chico Xavier. Todo o trabalho em prol do próximo, sem remuneração, era realizado em todos os seus momentos de folga, até a aposentadoria, quando pode realizá-lo em tempo integral.

Ao longo de seus 92 anos, publicou mais de 400 obras. Um acervo de diversos gêneros de literatura, tais como poemas e poesias, contos e crônicas, romances, obras de caráter científico, filosófico e religioso. Alguns materiais, até então inéditos, foram publicados recentemente pela FEB: Fé e vida em 2014 e Verdade e amor em 2015.

[…] Façamos de conta que eu sou um pescador,
no dizer de um Espírito amigo.
Hei de enviar-te sempre o resultado da pescaria […]

23/12/1943
Chico Xavier em correspondência a Wantuil de Freitas
[SCHUBERT, p. 146].

Celebrar e recordar
Em sua memória, a Federação Espírita Brasileira vem apresentando ao longo de 2022 o Ano de Chico Xavier, uma série de ações que buscam aproximar o público da história de Francisco Cândido Xavier, seja ela por meio da trajetória do homem, do médium ou de sua caridade.

São frases, fotografias históricas, momentos de sua vida e muito mais. Todos os domingos no portal da FEB e nas redes sociais, um novo causo do médium é revelado, baseado em sua biografia. Além de vasto material, palestras, matérias publicadas, exibição de conteúdo especial do Pinga-Fogo. A programação inclui ainda novos livros, reedições e parcerias de publicações do médium sendo lançados pelo selo FEB Editora.


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

5/7/2022

Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

AGOSTO

Dia 01 de 1865
Em Paris, França, Allan Kardec lança O céu e o inferno, quarta obra da Codificação Espírita.
Dia 01 de 1873
Em Londres, Inglaterra, desencarna David Bedlbrook, Presidente da Federação Espírita Internacional e Diretor do Jornal The Fraternally.
Dia 01 de 1947
Fundado o Centro Espírita Luz do Céu, Luz Eterna, em Curitiba, Paraná. Denominação alterada em 1965 para Centro Espírita Luz Eterna.
Dia 01 de 2006
Desencarna em Castro, Paraná, Boanerges Vieira que serviu ao Movimento Espírita por 52 anos, naquela cidade. Nascido em 14 de maio de 1920, na cidade de Campinas, São Paulo.
Dia 02 de 1873
Fundado o Grupo Confúcius, na residência de Francisco Siqueira Dias Sobrinho, sendo o primeiro grupo Espírita do Rio de Janeiro, tendo entre os participantes Bittencourt Sampaio.
Dia 03 de 1889
Em Nova York, EUA, desencarna a médium e escritora Emma Hardinge Britten. Nasce em Londres, Inglaterra, em 14 de junho de 1829.
Dia 03 de 1951
Em Goiânia, Goiás, fundada a Federação Espírita do Estado de Goiás.
Dia 04 de 1918
Nasce em Mallet, PR, Guaracy Paraná Vieira. Foi membro do Conselho Federativo da Federação Espírita do Paraná e um de seus vice-presidentes. Desencarna em 18 de junho de 1991, em Curitiba, PR.
... Saiba mais...