Apartes

    Não olvides que o silêncio
    Vitória e virtude encerra.
    Vencer sobre a própria língua
    É mais que vencer a guerra.

    Aprende a buscar proveito
    Nas sombras de tua dor.
    Muita vez, do esterco imundo
    A planta retira a flor.

    Mal vais se a louca ambição
    É o gênio com que te isolas.
    Quem muito estima a demanda
    Acaba pedindo esmolas.

    Esforça-te a prol do bem
    E terás horas tranqüilas.
    O Senhor espalha as nozes
    Mas o homem deve abri-las.

    Nossa vida deve ser
    Fonte cantando à bondade.
    Água estanque e sem proveito
    É cofre de enfermidade.

    Trabalha constantemente
    Se procuras luz e paz.
    O tédio é a chaga invisível
    Daquele que nada faz.

    Voa o tempo como o vento,
    Dia a dia, hora por hora.
    Se queres felicidade,
    Faze o bem, aqui e agora.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior

    Acesse todas as Mensagens