A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

(Resposta a um amigo que nos questionou, com relação à ofensa e ressentimento.)

Ressentimento não vale.
A justiça não se atrasa
E a lei da Reencarnação
Atua dentro de casa.

Olhe o caso de Cristina,
Envenenou João Gamela,
Mas João, depois de algum tempo,
Renasceu... E é filho dela.

Embora a morrer em sangue,
Neca abateu Genserico;
Hoje são gêmeos em luta
Na roça do Tico-Tico.

Furtando-lhe sítio e casa,
Quinquim matou Rui da Venda,
Mas Rui nasceu neto dele,
A fim de herdar-lhe a fazenda.

Quintino arrasou Gregório
Com bebida numa festa...
Gregório voltou a ele,
E o caçula que o detesta.

Em não querê-la por nora,
Teotônio acabou com Lica,
Vejo a moça reencarnada:
E a neta que o prejudica.

Nina induziu Vaz à morte,
Suicídio triste sem causa,
Hoje ele é o filho doente
Que ela carrega sem pausa.

Lula matou Antônio,
Simples paixão de mulher...
Mas Antônio renasceu...
Ë o filho que não a quer.

Téo levou Juca ao suicídio.
Eis que o tempo vem e vai.
Juca hoje é o filho dele,
Um filho que odeia o pai.

A Terra lembra hospital
Se a vemos de ânimo atento,
Levantam-se muitos lares
Por celas de tratamento.

Ressentimento, desforra,
Não adiantam, rapaz,
A vida cobra com juros
As contas que a gente faz.


Por: Casimiro Cunha, Do livro: Retratos da Vida, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Sinal de Perigo: por André Luiz
Ante o Ofensor: por Emmanuel
Novidades: por Emmanuel
Ressentimento: por Emmanuel
Perdão Radical: por Amélia Rodrigues

Avalie Esssa MSG

4 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários