Tua Hora de Humildade

    Se ainda te observas distante de viver a humildade contìnuamente em tôdas as horas do dia, pode vivê-la uma hora diária pelo menos...
    Traça o teu programa diário de humildade iniciante. Escolhe uma hora dentre as horas de cada dia a fim de aperfeiçoares os próprios sentimentos, exercitando a maior conquista do espírito - a humildade.
    Que nessa hora te despreocupes da pressa, da convenção, do calculismo, das inquietações contumazes e de tí mesmo, para que te adestres no sacrifício, na indulgência desinteressada, na solicitude fraterna e na cooperação espontânea...
    Será essa a tua hora de procurar o último lugar, a hora de te apagares para que se eleve o brilho dos outros...
    Em tua hora de humildade constituir-te-ás em médium do amor de Cristo entre os homens; serás, especialmente, o servo de todos, o irmão comum, a partícula viva e anônima que se funde no todo da Humanidade, sem qualquer amor-próprio ou interêsse pessoal.
    Que ouvides, nesse lapso de tempo, tôda tisna de vaidade, todo propósito de personalismo e até as ménimas excitações, acêrca do futuro para viver o presente, o dia que flui, os momentos de teu serviço puro !
    Nessa hora sê bom acima de ti, acima de tudo, acima tuas própria vantagens, para que tes sorrisos abram outros sorrisos, para que tua palavra confiante semeie outras palavras de esperança, para que tua vontade de acertar alicie outras vontades para a renovação maior.
    Anula nesses sessenta minutos a tensão emocional a respeito de títulos, condições sociais, inclusive a censura a ti próprio, no que tange à defesa do teu lugar ao sol...
    Que a tua hora de humildade seja cultivada esmeradamente, cada dia, nos lugares em que deva ser exercida para favorecer-te a ascensão espiritual, seja no escritório, na via pública, no entendimento entre amigos ou na intimidade do lar...
    Que nesse interregno respires acima de tôdas as conveniências individuais, fazendo maiores concessões ao próximo, superando o temperamento, procurando usar mais ampla docilidade com quem te não compreende, buscando acertar onde ninguém ainda o conseguiu, diligenciando efetuar os mais difíceis serviços de fraternidade, testemunhando o bem na escala que ainda não pudeste e relembrando que o teu corpo, em dia próximo, regressará inelutàvelmente ao pó de onde veio.
    Recebe no coração a visita do Senhor, ainda que por breves minutos durante o dia.
    Começa a ser humilde, abolindo todo desculpismo e conquistando o tempo necessário para a tua hora de humildade e acabarás incorporando em ti mesmo os valores supremos do benfeitor maior que, na conceituação do Cristo, será sempre aquêle que se fizer o servidor de todos.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens