Missionários da Luz

    Este incomparável livro é o terceiro da chamada Série André Luiz, psicografada pelo médium Chico Xavier e assinada pelo Espírito que se identificou apenas como André Luiz.
    Com apenas 20 capítulos, todos eles valiosos pelo extraordinário conteúdo, a obra fala de reencarnação, desenvolvimento mediúnico, mediunidade, sonhos, obsessão, passes, oração, vampirismo e outros importantes temas oriundos da fantástica experiência de viver e do incessante intercâmbio entre homens e espíritos.

    Já no Prefácio
    O Prefácio, que traz o significativo título Ante os Tempos Novos, que está datado em 13 de maio de 1945 com a assinatura de Emmanuel, indica o propósito da obra e os próprios critérios da vida. Referindo-se à continuidade natural da vida humana após a morte do corpo físico, pondera o Benfeitor Espiritual: “(...) Contrariamente às suposições da primeira hora, não enxergam o céu das facilidades, nem a região dos favores, não divisam acontecimentos milagrosos nem observam a beatitude repousante. Ao invés do paraíso próximo, sentem-se nas vizinhanças de uma oficina incansável, onde o trabalhador não se elevará pela mão beijada do protecionismo e sim à custa de si mesmo, para que deva à própria consciência a vitória ou a derrota (...)”. É que a vida continua pulsante e dinâmica e o plano espiritual não é uma estação de ociosidade.

    Os capítulos
    O primeiro capítulo já traz a experiência de um psicógrafo; o segundo aprofunda o estudo da glândula epífise; o terceiro aborda desenvolvimento mediúnico e na seqüência os leitores encontram igualmente uma enorme riqueza de informações. Dentre todos, selecionamos uma frase do capítulo 18-Obsessão: “(...) em todos os desastres que nos ocorram, devemos examinar serenamente a percentagem de nossa co-participação. Apenas em situações raríssimas, poderíamos exibir, de fato, o título de vítimas. (...) Não podemos evitar que a ave de rapina cruze os ares, sobre a nossa fronte, mas podemos impedir que faça ninho em nossa cabeça. (...)”.

    Segismundo
    Os capítulos 12, 13 e 14 apresentam a notável experiência de uma planejamento reencarnatório, estudada pelo Espírito autor. Trata-se da reencarnação de Segismundo, um dos personagens do livro, que contou com ampla assistência do esclarecido instrutor Alexandre que, aliás, está presente em toda a obra. Desde antes da concepção, a preparação toda, o encontro espiritual com os pais, a assistência à futura gestante e demais desdobramentos, sob a ótica espiritual, estão nesses instrutivos capítulos, que o leitor não pode deixar de ler.

    Ao leitor
    Para concluir, recorro novamente a Emmanuel, no Prefácio, quando afirma: “(...) além do sepulcro, a alma continua lutando e aprendendo, aperfeiçoando-se e servindo aos desígnios do Senhor, crescendo sempre para a glória imortal a que o Pai nos destinou. (...) Lembra-te de que a revelação da verdade é progressiva e, rogando o socorro divino para o teu coração, atende aos sagrados deveres que a Terra te designou para cada dia, consciente de que a morte do corpo não te conduzirá a à estagnação e sim a novos campos de aperfeiçoamento e trabalho, de renovação e luta bendita, onde viverás muito mais, e mais intensamente.”


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens