Kardec no Século XX

    Chora a Terra infeliz de peito aberto em chaga.
    A Dúvida, o Terror, a Guerra e a Guilhotina
    Inda espalham, gritando, a treva que domina
    E o suor da aflição que tudo atine e alaga...

    Desvairada na sombra, a Razão desatina,
    Nega a Filosofia...a Ciência divaga...
    E a perde a visão como a luz que se apaga,
    Entre a maldade humana e a bondade divina.

    É a noite que se alonga ao temporal violento,
    É a loucura, a miséria e a dor do pensamento
    E, em toda a parte, o mundo é pávida cratera!..

    Mas Kardec é chamado ao torvelinho insano
    E, revivendo a luz do Cristo Soberano,
    Acende no horizonte o Sol da Nova Era!.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior

    Acesse todas as Mensagens