O Futuro Já Começou

    Os dois modos de fugir do presente difícil, são: viver de lembranças e se projetar no futuro; as formas destrutivas como a agressão e as drogas não serão tratadas aqui. No primeiro grupo, temos o saudosista, que se reporta ao passado como uma época maravilhosa, vive falando dos "bons tempos". Como não consegue enfrentar os novos desafios e se tornar feliz no presente, canaliza suas energias na memória. Para outras pessoas, o passado serve de justificativa para a infelicidade atual. Alegam que sua insegurança, seu medo, sua inexpressividade, a falta de afeto etc., são decorrentes dos maus tratos ou da falta de afeto na infância. Aqui se procura os culpados. É reconhecido pela psicologia a influência da educação na formação do caráter, porém, na perspectiva reencarnacionista, se sabe que as sucetibilidades que o reencarnante apresenta, são heranças pessoais.
    Um outro modo de fugir do presente é projetar-se no futuro, lá tudo vai ser diferente; os obstáculos serão superados, as dificuldades pessoais serão facilmente resolvidas, tudo será mais fácil. A pessoa acredita que o futuro possua algo mágico que transforma o difícil e chato em bom e belo, como num toque de mágica: sem esforço alguam! Os hábitos alimentados há décadas simplesmente desaparecerão.
    O que ambos não percebem é que estão continuamente gerando as mesmas condições em suas vidas. Não aproveitam suas energias e capacidades para se transformar. Somente no presente é possível promover as mudanças desejadas, de modo relativo, é óbvio. Quando o futuro chegar, será presente, convidando o indivíduo a enfrentá-lo. Se não é possível superar uma dificuldade hoje, porque não temos recursos, faremos amanhã, que também se transformará em presente.
    O dia de hoje já esteve muito distante, quando pensávamos nele há vinte, trinta anos atrás, ele foi imaginado como um tempo mágico, onde todos os problemas seriam resolvidos. E então, foram?!
    Não é preciso possuir precognição para vislumbrar o futuro de uma pessoa analisando sua conduta atual. A repetição do comportamento: pensamentos, emoções e atitudes, gera hábitos ou condicionamentos que irão direcionar a vida do indivíduo. O condicionamento vai ajudá-lo a liberar sua mente para novos cometimentos, não precisando se esforçar para fazer coisas que já conhece.
    Podemos ter hábitos saudáveis ou destrutivos, consoante a evolução de cada um. Estes automatismos podem ser determinantes na vida, caso sua vontade não tenha sido desenvolvida para intervir.
    Com base nos condicionamentos, que retratam o grau de consciência de cada pessoa, é que propomos a tese que: o futuro já começou, pois, ao longo do tempo os condicionamentos vão se estratificando e gerando padrões de comportamento. O malfeitor social (bandido, criminoso estelionatário...), está esboçando o seu terrível futuro de tormentos. O parasita social (ocioso, preguiçoso...), que não utiliza suas faculdades para o desenvolvimento pessoal e social, está formando um futuro de privação e miséria, no qual precisará trabalhar muito para obter bem pouco para a sobrevivência. Não adotamos um conceito fatalista e determinista, sabemos que o indivíduo pode alterar seu roteiro existencial, mas esta capacidade está diretamente relacionada com sua consciência e responsabilidade.
    A falta de autoconhecimento que propicia uma percepção apurada de si mesmo, permitindo ao indivíduo perceber que seus pensamentos e atos ficam registrados em sua memória, causando bem-estar ou aflição, faz com que ele cometa equívocos sem atinar com as conseqüências. Do mesmo modo, a falta de conhecimento espiritual que a religião propicia e, o Espiritismo em particular, que descortina a realidade espiritual através do contato direto com o mundo espiritual, pode fornecer ao indivíduo informações e conhecimentos sobre a realidade da vida. Embora estas pessoas estejam gerando infortúnio em suas vidas, tudo é passageiro, até que se redimam perante a própria consciência.
    Quando a ciência alcançar tal fato, muitos males poderão ser evitados através da prevenção. Poucos estão cientes de que a conduta atual está gerando os transtornos psicológicos e psiquiátricos com diagnósticos nem sempre possíveis.
    As pessoas que já "acordaram", na expressão da Psicologia Transpessoal, e sabem o que estão fazendo aqui no Planeta, estão construindo um futuro melhor. A criatividade, a determinação, o discernimento apurado, a segurança, a auto-estima elevada, a coragem, os relacionamentos satisfatórios, etc., são conquistas que cada pessoa adquire no dia-a-dia de sua existência, a se refletir no presente e em futuras encarnações. Estamos arquitetando o futuro a cada dia.
    Da pessoa ativa à mais preguiçosa, todos estão construindo e reconstruindo continuamente a própria vida.
    O leitor, observando seu modo de pensar, os sentimentos que alimenta, os hábitos cultivados ao longo do tempo, saberá facilmente como será o seu futuro.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens