Na Luta Diária

    É possível que estejas enfrentando provas que os outros desconhecem...

    Dúvidas assolam-te o espírito.

    A insegurança te ronda os passos.

    Idéias pessimistas te povoam a mente.

    Lágrimas que não caem, encharcam-te o coração. 

    Todavia, não te confies aos desespero, exteriorizando as próprias aflições, de modo a impingí-las nos que te cercam.

    Não podes culpar o mundo pelas dores que padeces!

    Irritação e azedume afastarão de tua presença os companheiros que estimas.

    Esforça-te para sorrir e a alegria te acenderá a luz da compreensão dentro da própria alma.

    Todos lutamos com o passado na arena do presente.

    O que plantamos ontem devemos colher agora.

    O resgate de nosso débitos perante a Lei, nem sempre acontece através de doenças ou mutilações físicas.

    Não raro, o cadinho invisível da tentação é a força que nos submete ao aperfeiçoamento necessário, consumindo-nos as impurezas em altas temperaturas de luta interior.

    Assim, pacifica-te e serve, procurando ser útil àqueles que te esperam a palavra amiga e o gesto de solidariedade.

    Procurando esquecer-te, esquecer-te-ás, igualmente, dos problemas que te martirizam.

    Ocupa-te do bem e o bem ocupar-te-á todo o ser, devolvendo-te a esperança em dias melhores.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens