A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

"Negar o mundo" do conceito evangélico, não significa abandoná-lo, antes criar condições novas, a fim de modificar-lhe as estruturas negativas e egoísticas, engendrando recursos que o transformem em reduto de esperança, de paz, perfeito símile do "reino dos céus", a que se reportava Jesus.

A vivência cristã se caracteriza pelo clima de convivência social em regime de fraternidade, no qual todos se ajudam e se socorrem, dirimindo dificuldades e consertando problemas. Viver o Cristo é também conviver com o próximo, aceitando-o conforme suas imperfeições, sem constituir-lhe fiscal ou pretender corrigi-lo, antes acompanhando-o com bondade, inspirando-o ao despertamento e à mudança de conduta de "moto próprio".

A reforma pessoal de alguém inspira confiança, gera simpatia, modifica o meio e renova os compares com quem cada um se afina. Isolar-se, portanto, a pretexto de servir ao bem não passa de uma experiência na qual o egoísmo predomina, longe da luta que forja heróis e constrói os santos da abnegação e da caridade.


Por: Joanna de Ângelis, Do livro: Leis Morais da Vida,Médium: Divaldo Pereira Franco


Leia Também:

Intercâmbio Social: por Joanna de Ângelis
No Intercâmbio: por Bezerra de Menezes
Dificuldade no Intercâmbio: por Irmão Jacob

Avalie Esssa MSG

2 Voto(s) 1 Voto(s)

Comentários