Tendes e Tereis

    Tendes problemas:
    Auxilia a resolver os problemas alheios, sem o ácido de reprovação e censura, e tereis o concurso dos outros na supressão de vossa dificuldades.
    Tendes lágrimas a vos subirem do coração para os olhos:
    Enxuga o pranto de vossos irmãos, em lutas e provações mais árduas, sem agravar-lhes o sofrimento com lamentação e amargura, e tereis a cooperação dos outros para que se vos estanquem as lágrimas do caminho.
    Tendes necessidades materiais:
    Cooperai no socorro à penúria que invade os lares mais flagelados que os vossos, através do trabalho sem reclamação e sem paga, e tereis o amparo positivo dos outros, a fim de que as vossas bênçãos de apoio vos visitem o ambiente particular.
    Tendes angústia e solidão:
    Colaborai para que a vossa bondade e entendimento funcionem em benefício dos que suportam a aflição e tristeza mais ásperas do que as vossas, sem aumentar a pena regenerativa dos nossos irmãos em duras lides expiatórias, e a companhia tanto quanto a esperança dos outros virão sanar-vos as chagas íntimas.
    Trabalhar em favor do próximo é a terapêutica mais adequada para a cessação de todos os desajustes do espírito.
    A visa, meus amigos, é troca incessante.
    “Daí e dar-se-vos-á”, recomendou-nos Jesus.
    Doemos de nós o que sejamos e tenhamos, na obra do auxílio aos outros, e o auxílio dos outros nunca se fará tardar para nós.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior

    Acesse todas as Mensagens