Jornal "Folha de São Paulo" traz matéria sobre Religião

O médium Chico Xavier, escreveu mais de 400 livros, vendeu cerca de 30 milhões de exemplares e provavelmente é um dos maiores responsáveis pela difusão do "catopiritismo" e do "espiritolicismo". Os termos soam estranhos, mas ilustram o sincretismo religioso do Brasil.

Catopírita é o católico que freqüenta um centro espírita e tem uma certa simpatia pelo conceito de reencarnação, segundo o qual as almas evoluem, pasando de corpo em corpo no correr da eternidade. Mesmo essa idéia sendodiametralmente oposta à ressurreição cristã, onde a pessoa deve voltar à terra, a exemplo do que ocorre com Jesus tal como relatado no Evangelho.

Espiritólico é o espírita que freqüenta as missas católicas, batiza os filhos na igreja.

Ao todo, 44% dos católicos acreditam totalmente na reencarnação, número que cai para 15% entre os evangélicos pentecostais e chega a 93% entre os que se declaram espíritas.

No Brasil, porém, é possível crer nas duas coisas - 81% dos espíritas e 95% dos católicos acreditam que Jesus ressuscitou após morrer na cruz. Em compensação, 48% das pessoas que se declaram espíritas possuem algum santo de devoção.

Mesmo 8% dos evangélicos pentecostais, conhecidos pelo fervor ao credo que se caracteriza, entre outros itens, por condenar a adoração de imagens, têm um santo.

Ary Dourado, presidente da Associação de Editoras, Distribuidoras e Divulgadores do Livro Espírita, afirma que os neologismos ajudam a explicar por que 4 milhões de livros espíritas foram vendidos em 2006 ainda que os membros deste credo não passem de 3 milhões, segundo o censo de 2000. "Há muitos fiéis de outras religiões que freqëntam os centros espíritas", diz Dourado. "Até mesmo pastores de igrejas evangélicas, embora mais discretamene. Isso acaba gerando um interesse muito grande pela doutrina espírita".

Embora o conceito de Céu e o Inferno não faça sentido para o espiritismo, 39% dos seguidores de Allan Kardec (1804 - 1869) crêem no céu, mesmo número dos que crêem no inferno.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo - Caderno Especial "Religião" - 06 de Maio de 2007.


Fonte: jornalismo RBN



A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

ABRIL

Dia 01 de 1858
Em Paris, França, Allan Kardec funda a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas.
Dia 01 de 1918
Nasce em Buquim, no sul de Sergipe, José Martins Peralva Sobrinho, mais conhecido como Martins Peralva. Desencarna em 3 de setembro de 2007, em Belo Horizonte, MG.
Dia 01 de 1972
O Jornal Mundo Espírita, da Federação Espírita do Paraná, muda seu formato para tablóide, com 12 páginas e circulação mensal.
Dia 01 de 1994
Aberto o 3º Encontro Confraternativo de Juventudes Espíritas do Paraná, em Campo Largo, com Raul Teixeira. Tema: A busca da identidade. Evento encerrado em 3 de abril de 1994.
Dia 01 de 2001
Encerramento do 5º Simpósio Paranaense de Espiritismo, no Ginásio de Esportes do Círculo Militar do Paraná, em Curitiba, com o tema Espiritismo, educação para a paz, com a coordenação de Divaldo Pereira Franco e Raul Teixeira. Abertura no dia 30 de março de 2001.
Dia 01 de 2005
O Jornal Mundo Espírita, da Federação Espírita do Paraná, muda a sua diagramação.
Dia 02 de 1869
Em Paris, França, é sepultado o corpo de Allan Kardec, no cemitério de Montmartre.
Dia 02 de 1901
Em Juiz de Fora, MG, fundado o Centro Espírita União, Humildade e Caridade, considerado o primeiro Centro Espírita daquela cidad... Saiba mais...