Nota de Esclarecimento da Federação Espírita Brasileira

O Espiritismo, ao nos ensejar o exercício da fé raciocinada, ensina-nos a ampliar a compreensão dos fatos históricos e contextos sociais, convidando-nos à prudência, à confiança e à serenidade mediante as experiências educativas do mundo, de modo a aperfeiçoarmos as nossas competências espirituais.

O cenário pandêmico ocasionado pelo Covid-19 convida-nos, igualmente, a adotarmos – individual e institucionalmente – atitudes responsáveis e seguras, zelando pelo cumprimento da Lei de Justiça, Amor e Caridade e pelo atendimento às orientações governamentais específicas das diferentes unidades da Federação.

Medidas preventivas têm sido amplamente divulgadas por diferentes mídias, e a redução ou suspensão de aglomerações públicas e contatos físicos apresentam-se como estratégias necessárias para se evitar a rápida proliferação do vírus e garantir o bem-estar social.

Necessário, contudo, que o isolamento social não represente isolamento afetivo, e que a suspensão física das atividades não constitua interrupção das ações doutrinárias que fundamentam as práticas espíritas. Nesse sentido, o presente cenário mundial convida os trabalhadores espíritas à busca de estratégias alternativas e criativas de ação, de modo a promoverem o estudo, a prática e a divulgação da Doutrina Espírita utilizando-se de recursos tecnológicos e virtuais, de momentos de vibração, de estudos edificantes, dentre outras inúmeras possibilidades de ação, cientes das potências do pensamento e da vontade para o alcance dos propósitos comuns.

As tecnologias disponíveis muito nos auxiliarão no nobre desafio de manter padrões vibratórios salutares, diluindo fronteiras e permitindo-nos a união de pensamentos, sentimentos e atitudes em benefício da própria Humanidade.

Nesse sentido, convidados ao trabalho de assistência espiritual aos que enfrentam momentos de desconforto, devemos atender aos imperativos de evitar aglomerações, consoante as recomendações governamentais, mas podemos desenvolver trabalhos em pequenos postos de serviço, para manutenção do amparo necessário aos que passam por este momento aflitivo.

Alguns recursos e ações podem auxiliar, tais como:

o uso das tecnologias de comunicação virtual para desempenho de atividades de estudo, palestras e reuniões administrativas;
a criação de grupos de WhatsApp e, por meio deles, propor estudos dialogados;
a utilização das ferramentas disponíveis para o uso gratuito pelas principais companhias de tecnologia da informação, de modo a criar alternativas aos encontros presenciais, mantendo a ordem das atividades. O Microsoft Teams (https://products.office.com/pt-br/microsoft-teams/free); o Google Hangout (https://hangouts.google.com/?hl=pt-BR); Cisco Webex (https://www.webex.com.br/) e outras alternativas podem ser utilizados como mecanismos de virtualização dos encontros, de modo que as atividades de instrução, consolo e iluminação desenvolvidos nas atividades públicas, possam ter prosseguimento em ações virtuais;
a divulgação intensa das alternativas de transmissão por Web rádio e Web tv, que são boas opções para o desenvolvimento do bem, nestes dias de dificuldades para o encontro presencial. O canal da FEBtv (www.febtv.com.br) e FEB Rádio (http://twixar.me/ddsT) estão disponíveis com materiais de estudo, de palestras, de encontros, que servem como breves alternativas para a impossibilidade do encontro presencial;
a adoção do livro espírita como relevante e especial recurso de esclarecimento, consolo e orientação, fornecendo luzes às eventuais dúvidas e inseguranças.

No âmbito das condutas individuais e familiares, sugere-se:

a realização do evangelho no lar nos horários das reuniões no centro espírita;
o cultivo da leitura edificante;
o acompanhamento de programas e palestras disponíveis pela internet;
o estreitamento das relações e do diálogo familiar;
o compartilhamento de vídeos, músicas e mensagens edificantes;
a realização da prece em favor da Humanidade.

Destaca-se, ainda, no âmbito interno do Campo Experimental da FEB (Brasília-DF), a adoção de algumas medidas específicas:

suspensão temporária das palestras públicas, reuniões de estudo, reuniões mediúnicas e estímulo à adoção de contatos virtuais e comunicação pelos recursos tecnológicos disponíveis;
gravação e transmissão diária da explanação do evangelho no horário das 17h às 17h30, na sua sede em Brasília-DF, e compartilhamento do link nas redes sociais para os interessados;
estímulo a todos os trabalhadores e frequentadores para o cultivo da prece e da leitura edificante, da realização do evangelho no lar, dentre outras atitudes saudáveis, em conformidade com as propostas acima apresentadas;
atendimentos apenas emergenciais no Departamento de Assistência Social;
sugestão das seguintes medidas ao atendimento espiritual: realizar o culto no lar nos horários das reuniões no Centro Espírita; cultivar a leitura edificante; acompanhar palestras disponíveis nos vários canais da internet; melhorar o diálogo com a família; atender a pessoas em pânico usando materiais disponíveis em canais confiáveis na web; compartilhar palestras, vídeos e áudios de mensagens com amigos; fazer estudos em casa com a participação de familiares; realizar leituras para doentes ou pessoas com dificuldades que morem no mesmo ambiente; estudar individualmente sobre temas que possam melhorar e ampliar a compreensão do momento; orar pelos enfermos em geral; e adotar outras estratégias que possam atender melhor a realidade de cada um;
continuação das atividades administrativas regulares, asseguradas as condições de assepsia e segurança dos seus colaboradores e funcionários.

No âmbito do Movimento Espírita, é fundamental que as instituições espíritas atendam às recomendações governamentais de suas localidades, cientes de que o cumprimento da lei é condição necessária para a manutenção do bem-estar coletivo; e que, na medida do possível, criem alternativas de desenvolvimento das atividades da casa espírita sem que seja necessária a aglomeração de pessoas.

Mantenhamo-nos confiantes de que os episódios da vida são instrumentos para nossa edificação, busquemos servir à Humanidade fazendo o nosso melhor, dando “a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus” – Jesus. (Marcos, 12:17.)


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

17/3/2020

A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

ABRIL

Dia 01 de 1858
Em Paris, França, Allan Kardec funda a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas.
Dia 01 de 1918
Nasce em Buquim, no sul de Sergipe, José Martins Peralva Sobrinho, mais conhecido como Martins Peralva. Desencarna em 3 de setembro de 2007, em Belo Horizonte, MG.
Dia 01 de 1972
O Jornal Mundo Espírita, da Federação Espírita do Paraná, muda seu formato para tablóide, com 12 páginas e circulação mensal.
Dia 01 de 1994
Aberto o 3º Encontro Confraternativo de Juventudes Espíritas do Paraná, em Campo Largo, com Raul Teixeira. Tema: A busca da identidade. Evento encerrado em 3 de abril de 1994.
Dia 01 de 2001
Encerramento do 5º Simpósio Paranaense de Espiritismo, no Ginásio de Esportes do Círculo Militar do Paraná, em Curitiba, com o tema Espiritismo, educação para a paz, com a coordenação de Divaldo Pereira Franco e Raul Teixeira. Abertura no dia 30 de março de 2001.
Dia 01 de 2005
O Jornal Mundo Espírita, da Federação Espírita do Paraná, muda a sua diagramação.
Dia 02 de 1869
Em Paris, França, é sepultado o corpo de Allan Kardec, no cemitério de Montmartre.
Dia 02 de 1901
Em Juiz de Fora, MG, fundado o Centro Espírita União, Humildade e Caridade, considerado o primeiro Centro Espírita daquela cidad... Saiba mais...