Filme: Maria Magdalena

A série (1ª. temporada com 60 capítulos) está no Netflix. Espetacular produção biográfica de televisão mexicana produzida pela Sony Pictures Television e Dopamine. É um drama bíblico baseado na vida de Maria Madalena, e é estrelado por María Fernanda Yepes como personagem titular. A série foi escrita por Lina Uribe, Darío Vanegas e Jaqueline Vargas e teve a produção executiva de Daniel Ucros e Juan Pablo Posada.

Apesar das adaptações para cinema e destinada para exibições na TV, por ser uma série de capítulos (cada um com 45 minutos em média) e muitas inserções dispensáveis e de ficção, é uma belíssima e inspirada produção, que merece ser vista. Não poderia omitir-me na indicação da série para o leitor.

Os episódios envolvendo Jesus são magníficos, emocionantes. E mesmo as lutas da personagem principal tem muito a ensinar nas reflexões que promove, dada à resistência à opressão dominante da época. Apesar da violência e sensualidade de muitas cenas, seguir a saga do Mestre da Humanidade em diálogos bem consistentes é muito emocionante, especialmente nos episódios de curas, da tempestade acalmada, entre tantas. Desde a transformação da água em vinho, dos ensinos transmitidos e mesmo das dificuldades entre os discípulos e apóstolos traz ao coração sensações que precisam ser revividas. Afinal, as intrigas e mediocridades do momento atual do planeta não são diferentes da época em que Ele esteve conosco. Hábitos e costumes mudaram em abundância, mas ainda guardamos agressividade e nos deixamos seduzir por paixões variadas, que desequilibram a harmonia social. Todavia, o vigoroso convite do Mestre da Humanidade ecoa em nossos ouvidos como nunca. E a série
consegue reproduzir isso com muita competência.

Ainda não atingi duas dezenas de visualizações nos capítulos, mas a primeira dezena e meia já me sensibilizou para espalhar a divulgação da fabulosa série. Muito bem produzida, música linda e envolvente, personagens com interpretação impecável e especialmente os ensinos do Evangelho ali presentes me convencem a estimular o leitor: Veja a série! Não deixe de ver, vai te tocar o coração.

A Humanidade não tem outra alternativa. Ou seguimos a grandeza, bondade e presença do Cristo ou continuaremos patinando nos equívocos de nossas tumultuadas e apressadas interpretações e conflitos. Felizmente a inspirada produção convoca-nos novamente a uma nova postura diante dos desafios. Apesar de focar em Maria Madalena, o texto que gerou a série não tem como fugir da destacada e expressiva vida do Grande Personagem na vida da protagonista principal. Veja e deixe-se emocionar novamente com as divinas lições.


Por Orson Carrara


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

31/7/2019

A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

AGOSTO

Dia 01 de 1865
Em Paris, França, Allan Kardec lança O céu e o inferno, quarta obra da Codificação Espírita.
Dia 01 de 1873
Em Londres, Inglaterra, desencarna David Bedlbrook, Presidente da Federação Espírita Internacional e Diretor do Jornal The Fraternally.
Dia 01 de 1947
Fundado o Centro Espírita Luz do Céu, Luz Eterna, em Curitiba, Paraná. Denominação alterada em 1965 para Centro Espírita Luz Eterna.
Dia 01 de 2006
Desencarna em Castro, Paraná, Boanerges Vieira que serviu ao Movimento Espírita por 52 anos, naquela cidade. Nascido em 14 de maio de 1920, na cidade de Campinas, São Paulo.
Dia 02 de 1873
Fundado o Grupo Confúcius, na residência de Francisco Siqueira Dias Sobrinho, sendo o primeiro grupo Espírita do Rio de Janeiro, tendo entre os participantes Bittencourt Sampaio.
Dia 03 de 1889
Em Nova York, EUA, desencarna a médium e escritora Emma Hardinge Britten. Nasce em Londres, Inglaterra, em 14 de junho de 1829.
Dia 03 de 1951
Em Goiânia, Goiás, fundada a Federação Espírita do Estado de Goiás.
Dia 04 de 1918
Nasce em Mallet, PR, Guaracy Paraná Vieira. Foi membro do Conselho Federativo da Federação Espírita do Paraná e um de seus vice-presidentes. Desencarna em 18 de junho de 1991, em Curitiba, PR.
... Saiba mais...