Doutrina Espírita: Por que escolhemos ser espíritas?

Escolhemos a Doutrina Espírita porque provavelmente ela responde as dúvidas e faz com que algumas peças soltas tenham sentido. O Espiritismo é um auxílio à evolução dos espíritos encarnados no planeta Terra, pois como filosofia e ciência elas nos alerta para o uso da razão.

Acreditar e explicar a reencarnação talvez seja um dos pontos que fazem as pessoas chegarem até a Doutrina Espírita. Muitas pessoas chegam até o Espiritismo com a necessidade de um consolo. Isso pode ocorrer devido às eventuais dificuldades da vida ou a perda de um ente querido.

Com uma visão apenas de efeito, não tendo a ciência das causas pregressas dos sofrimentos, algumas dessas questões ficam difíceis de serem compreendidas apenas nesta vida.

O Espiritismo se mostra fiel consolador e apresenta não apenas a existência eterna do espírito, como uma obra consoladora e esclarecedora. Além disso a Doutrina Espírita nos mostra a caridade como sendo o amor em ação, aquele amor dito por Jesus.

A Doutrina Espírita é, e apresenta em sua obra, o Cristianismo, a base do amor e do consolo aos irmãos. Deus é Todas Bondade e Misericórdia. Ele nos possibilita com a reencarnação a oportunidade de aprendizado para nos depurarmos moralmente e nos desenvolvemos intelectualmente.

Talvez não escolhemos ser espíritas; talvez ele nos escolheu. É importante refletirmos que o conhecimento proporcionado pelo espiritismo nos faz ter mais responsabilidades para com os demais e principalmente consigo mesmo.

Se você escolheu o espiritismo, tenha a certeza de que a construção de sua trajetória espiritual está respaldada por conhecimentos importantes. Esteja sempre disposta a instrução e busque em sua vida manter o sentimento de amor no coração e a ação deste amor em forma de caridade.


Fonte: Radio Boa Nova


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

3/6/2019

A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

FEVEREIRO

Dia 01 de 1834
Nasce Francisco Leite de Bittencourt Sampaio, em Laranjeiras, Sergipe. Desencarna no Rio de Janeiro, RJ, a 10 de outubro de 1895
Dia 01 de 1841
Nasce em Buffalo, EUA, o médium de efeitos físicos William Henry Davenport
Dia 01 de 1856
Nasce Anália Emília Franco, em Resende, RJ. Desencarna a 20 de janeiro de 1919, em São Paulo, SP.
Dia 01 de 1905
Nasce em Pacatuba, Ceará, Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho, notável médium de efeitos físicos. Conhecido, especialmente, pelas materializações luminosas.
Dia 02 de 1882
Nasce Romeu do Amaral Camargo, na cidade de Rio Claro, SP. Desencarna a 10 de dezembro de 1948.
Dia 02 de 1985
Em Araras, SP, desencarna Genny Villas Boas Mercatelli, fundadora do Hospital Psiquiátrico Antônio Luiz Sayão. Nascida em Santa Rita do Passa Quatro, SP, em 10 de fevereiro de 1911.
Dia 02 de 1990
Divaldo Pereira Franco concede entrevista de 20 minutos à Rádio Universitária de San Juan, em Porto Rico.
Dia 03 de 1955
Desencarna Camilo Rodrigues Chaves, Presidente da União Espírita Mineira. Nascido em Campo Belo da Prata, hoje Campina Verde, no Triângulo Mineiro, a 28 de julho de 1884.
Dia 03 de 1982
Divaldo Pereira Franco concede entrevista de 2 horas à Rádio Cadena Az... Saiba mais...