O relacionamento no lar constitui preparação para as conquistas da solidariedade com todos os seres (Joanna de Angelis)

A família, a mais importante escola do universo, é uma instituição divina, de reacerto, aprendizado e construção do amor. Se apresenta problemas, Emmanuel e Francisco Cândido Xavier nos ensinam porque:

"Ninguém foge à lei da reencarnação. Ontem, induzimos um companheiro à derrocada moral. Hoje, guardamo-lo na condição do parente difícil, que nos pede sacrifício incessante. Ontem, abandonamos a jovem que nos amava, inclinando-a ao mergulho na lagoa do vício. Hoje, temo-la de volta por filha incompreensiva. Ontem, colocamos o orgulho e a vaidade no peito de um irmão que nos seguia os exemplos menos felizes. Hoje, partilhamos com ele, à feição de esposo despótico ou de filho problema, o cálice amargo da redenção. Ontem, esquecemos compromissos veneráveis, arrastando alguém ao suicídio. Hoje, reencontramos esse mesmo alguém na pessoa de um filhinho, portador de moléstia irreversível, tutelando-lhe, à custa de lágrimas, o trabalho do reajuste."

"Ninguém foge à lei da reencarnação. Ontem, dilaceramos a alma sensível de pais afetuosos e devotados, sangrando-lhe o espírito, a punhaladas de ingratidão. Hoje, moramos no espinheiro, em forma de lar, carregando fardos de angústia, a fim de aprender a plantar carinho e fidelidade."

"À frente de toda dificuldade e de toda prova, abençoa sempre e faz o melhor que possas. Ajuda aos que te partilham a experiência, ora pelos que te perseguem, sorri para os que te ferem e desculpa todos aqueles que te injuriam. E sejam quais forem os teus obstáculos na família, é preciso reconhecer que toda construção moral do Reino de Deus, perante o mundo, começa nos alicerces invisíveis da luta em casa."

Fonte: Revista Espírita Allan Kardec - Edição 53

ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DO EVANGELHO NO LAR

Escolher um dia e uma hora por semana e convidar todos da família; se não puderem ou não quiserem participar, faremos sozinhos (só fisicamente), na certeza de que Jesus se fará presente através de seus mensageiros.

Início da reunião: prece simples e espontânea.

Leitura de O Evangelho segundo o Espiritismo: começar desde o "Prefácio", lendo um item ou dois, sempre em seqüência. Comentários sobre o texto lido: Devem ser breves, com participação de todos os presentes.

Vibrações:

Pela fraternidade, paz e equilíbrio a toda a humanidade.

Pelos governantes e os que trabalham na elaboração das leis.

Pela implantação e vivência do Evangelho em todos os lares.

Pelo nosso lar, mentalizando paz, harmonia, saúde e muita luz.

Pedidos: "Mestre Jesus, abençoe nossa família e dá-nos o entendimento e o espírito de compreensão e cooperação; aumente o amor em nossos corações".

(Até aqui, todo o roteiro é feito em voz audível)

Segundos de silêncio: "Em pensamento e coração, vamos conversar com Jesus: Jesus, cada um de nós tem um pedido a te fazer, a fim de receber orientação necessária e amorosa que é a tua iluminação a todos nós". (Faz-se silêncio; depois, volta-se ao normal)

Prece de encerramento: prece simples, espontânea, de gratidão por todas as bênçãos recebidas.

PRINCIPAIS FINALIDADES

*Estudar o Evangelho à luz da Doutrina Espírita, a qual possibilita compreendê-lo em "espírito e verdade", facilitando, assim, pautar nossas vidas segundo a vontade do Mestre. DDDDCriar em todos os lares o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que despertem e acentuem o sentimento de fraternidade que deve existir em cada criatura.

*Pelo momento de paz e compreensão que o Evangelho no Lar oferece, unir mais as criaturas, proporcionando-lhes uma vivência mais tranqüila.

*Tornar o Evangelho melhor compreendido, sentido, exemplificado, no lar e em todos os ambientes.

*Higienizar o lar pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados, permitindo assim, mais fácil influência dos Mensageiros do Bem.

*Ampliar o conhecimento literal e espiritual do Evangelho, para oferecê-lo com maior segurança a outras criaturas.

*Facilitar no lar e fora dele o amparo necessário para enfrentar as dificuldades materiais e espirituais, mantendo, operantes, os princípios da oração e da vigilância.

*Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência, o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor...

Fonte: www.feesp.com.br


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

SETEMBRO

Dia 01 de 1865
Nasce Leôncio Correia, em Paranaguá, Paraná. Foi Presidente da Liga Espírita do Brasil, depois Liga Espírita do Estado da Guanabara. Desencarna em 19 de junho de 1950, no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
Dia 01 de 1873
Nasce Olímpio Alves Lisboa, em Guarapuava, Paraná. Foi Presidente da Federação Espírita do Paraná de 11.01.1920 a 09.01.1921 e de 08.01.1922 a 14.01.1923. Desencarna em Curitiba, em 13 de dezembro de 1941.
Dia 01 de 1875
Em Natal, Rio Grande do Norte, por Manoel Gomes da Silva, editado o primeiro jornal espírita do Rio Grande do Norte
Dia 02 de 1914
Desencarna Eugene Auguste Albert de Rochas, magnetizador e pesquisador dos fenômenos mediúnicos. Nasce em 20 de maio de 1837, em Saint-Firmin, Alpes, na França.
Dia 02 de 1982
Divaldo Pereira Franco realiza conferência na Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul.
Dia 02 de 1984
Fundada a Sociedade Espírita Meimei, em Campo Mourão, Paraná.
Dia 03 de 1951
Em Goiânia, Goiás, fundada a Federação Espírita do Estado de Goiás.
Dia 03 de 1983
Divaldo Pereira Franco recebe Diploma da Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior, em razão de sua conferência nas Faculdades Unidas de Bagé, Rio Grande do Sul.
Dia 03 de 1990
Div... Saiba mais...