Jerônimo Mendonça

Em novembro próximo podemos recordar o extraordinário vulto de Jerônimo Mendonça, exemplo de paciência e amor ao próximo, de coragem e determinação no bem. É que exatamente em novembro de 2009 comemora-se 70 anos de seu nascimento, ocorrido no dia 1 de novembro de 1939, e 20 anos de sua desencarnação que ocorreu no dia 26 de novembro de 1989.

Paralisado numa cama ortopédica por 30 anos, movendo apenas a boca e os olhos – embora também cego – tornou-se conhecido como o Gigante Deitado, face à extensão de suas obras em torno do ideal espírita e do amor ao próximo. Afinal, embora sua extrema limitação física publicou vários livros, fundou instituições e percorreu o Brasil proferindo palestras, consolando almas e fornecendo na própria condição exemplos de coragem e determinação no bem.

Sua voz forte, seu ânimo inquebrantável, apesar das dores que sentia em função de problemas cardíacos e da própria paralisia total dos membros, fizeram-no conhecido, respeitado, querido e sempre requisitado para palestras e diálogos com grandes ensinamentos, incentivando obras de causas sociais e de divulgação do Espiritismo. Para qualquer pessoa que o tenha conhecido, tornou-se impossível esquecê-lo, especialmente porque a bondade de suas palavras, a confiança em Deus que transmitia, os exemplos de fé sempre foram contagiantes.

Escreveu os livros: Crepúsculo de um Coração, Cadeira de Rodas, Nas pegadas de um Anjo, Escada de Luz, De mãos dadas com Jesus e Quatorze anos depois (em co-autoria). Por sua vez, Jane Martins Vilela publicou a importante obra biográfica O Gigante Deitado (ed. O Clarim) e Maria Gertrudes assinou Jerônimo Mendonça – Sua Vida e sua Obra, tendo organizado também Flores do Coração, de autoria de Jerônimo. Infelizmente, a maioria das obras desse autor encontram-se presentemente esgotadas. Recentemente, todavia, a Petit lançou o excelente Asas da Liberdade, na psicografia de Célia Xavier Camargo e assinado pelo mesmo e querido Jerônimo.

Agora, no ano em que se alcança, coincidentemente, números inteiros comemorativos ao nascimento e desencarnação, conforme acima apontado, o escritor e palestrante Jamiro dos Santos Filho, de Araguari-MG, lança mais uma obra alusiva a esse expressivo vulto do movimento espírita: Chico Xavier e Jerônimo Mendonça – a Fórmula da Felicidade, pela Mythos Books. Para aquele em que a felicidade seria virar de lado (em resposta à pergunta sobre o que seria a felicidade para ele), a obra apresenta a fórmula da felicidade, revelada por Chico Xavier a Jerônimo, quando ambos ainda se encontravam encarnados, e que este último citou numa palestra. Agora o escritor Jamiro publica a fórmula no referido livro.

O ano de 2009 sugere, pois, relembrar esse querido autor e incomparável gigante. Sua voz ainda ecoa nos ouvidos daqueles que o conheceram. Um gigante mesmo na coragem, na determinação, no exemplo, na fé, no amor ao próximo, na perseverança. Será de muita utilidade relembrar sua biografia, sua história, seus exemplos e seus livros para que o público mais jovem e mais recente no movimento espírita tenha conhecimento desse vulto extraordinário que esteve conosco e que hã tão pouco tempo retornou, agora livre das amarras de um corpo em dificuldades.

Muitas instituições o homenageiam com seu nome, em justa homenagem. Eis o momento de novamente divulgar e relembrar os feitos e exemplos de um homem incomparável.


A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a)