Wallace Leal Rodrigues

Uma inteligência invulgar

Agora diretamente na Casa Editora O Clarim, em Matão, passei a tomar contato direto com os trabalhos desenvolvidos em passado recente nesta Editora por Wallace Leal V. Rodrigues. Wallace foi redator chefe da Editora durante bom tempo nas décadas de 60 a 80.

Quem foi Wallace? Nascido em Divisa-ES aos 11 de dezembro de 1924, mudou-se para Araraquara em 1940 quando tomou contato com a Editora O Clarim.Tornou-se seu redator chefe e trouxe significativos progressos à vida da Editora.

Escritor, tradutor, pesquisador inveterado, de grande capacidade e esmero intelectual - de forma e fundo, de linguagem, estilo e conteúdo, gostava de pesquisar obras e autores importantes, brasileiros e estrangeiros. Buscava o belo, a cultura, a arte, vinculando-os sempre ao objetivo de exaltar a grandeza da vida e das virtudes humanas, sempre possíveis de serem conquistadas. Alma de grande sensibilidade, deixou-se tocar pela Doutrina Espírita, dela fazendo o sol e a luz de sua existência.

Escreveu o magnífico E, para o resto da vida, bem como o também extraordinário Esquina de Pedra. Mas também escreveu o romance Remotos Cânticos de Belém, todos editados pela Casa Editora O Clarim.

Traduziu inúmeras obras, entre elas, Viagem Espírita em 1862, A Obsessão e Instruções práticas sobre as manifestações espíritas, todas de Allan Kardec, obras de reconhecido valor doutrinário espírita.

Mas não ficou só nisso. Muitos de seus trabalhos estão também publicados na Revista Internacional de Espiritismo e ainda traduziu inúmeros romances estrangeiros e posteriormente publicados pela mesma Editora, destacando-se A Janela do Meio, O Ignorado Amor, Voltou mas esqueceu, Vozes na Casa, entre outros.

Sua lúcida inteligência impressiona. O trabalho que deixou vai merecer no futuro, sem dúvida, a publicação de outros livros de artigos e traduções que deixou. Sempre envolvido com livros e pesquisas, deixou seu exemplo de amor e dedicação à Doutrina Espírita. Os prefácios dos livros que traduziu colocam à mostra a grandeza desse espírito e em muitos casos valem o próprio livro, tamanha a profundidade e quantidade de informações colocadas à disposição do leitor atento. Recomendamos com muita ênfase tais trabalhos ao leitor interessado em estudar e conhecer as belezas da Doutrina Espírita.


A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a)