A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Senhor, desses caminhos cor de neve
de onde desceste um dia para o mundo,
numa visão radiosa, linda e breve
de amor terno e profundo,
das amplidões augustas dos Espaços,
no teu Natal de eternos esplendores,
abrigam nos teus braços
a multidão dos seres sofredores!...

Que em teu Nome
receba um pão o pobre que tem fome,
um trapo o nu, o aflito uma esperança.
que em teu Natal a Terra se transforme
num caminho sublime, santo e enorme
de alegria e bonança!
Apesar dos exemplos da humildade
do teu amor a toda a Humanidade,
a Terra é o mundo amargo dos gemidos,
de tortura, de treva e impenitência,
que a luz do amor de tua Providência
ampare os seres tristes e abatidos.

E em teu Natal, reunidos nós queremos,
mesmo no mundo dos desencarnados,
esquecer nossas dores e pecados,
nos afetos mais doces, mais extremos,
reviver a efeméride bendita
da tua aspiração na Terra aflita,
unir a nossa voz à dos pastores,
lembrando os milagrosos esplendores
da estrela de Belém,
pensando em ti, reunindo-nos no Bem
na mais pura e divina vibração,
fazendo da humildade
nosso caminho de felicidade,
estrada de ouro para a Perfeição!


Por: Carmem Cinira, Do livro: Antologia Mediúnica do Natal, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Nas Mãos de Jesus: por Batuira
Prece: por Irmã Candoca
Saudade: por Irmã Candoca
Anseio e Prece: por Maria Dolores
Prece de Cipriana: por André Luiz

Avalie Esssa MSG

3 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários