A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Enquanto o dia canta, enquanto o dia
Esperanças e flores te revela,
Segue na estrada primorosa e bela
Da bondade que atende, ampara e cria.

Não desprezes o tempo que te espia
Por santa e infatigável sentinela...
E, alma do amor que se desencastela,
Perdoa, alenta e crê, serve e confia...

Lembra-te, enquanto é cedo! Tudo, tudo
O tempo extingue generoso e mudo,...
Menos o Eterno Bem que, excelso, arde...

E onde estiveres, torturado embora,
Faze do bem a luz de cada hora,
Antes que a dor te ajude, triste e tarde!


Por: Auta de Souza, Do Livro: Poetas Redivivos, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Recado da Esperança: por Maria Dolores
Esperanças Alheias: por Meimei
Nunca Esmoreça: por Maria Dolores
O Bendito Aguilhão: por Irmão X
Comece Hoje Mesmo: por Agar

Avalie Esssa MSG

0 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários