Notas de Amigo

    “A palavra nada vale”,
    Fala-se à boca pequena;
    Mas há palavra que salva
    E há palavra que envenena.

    A página que consola
    Vem da Divina Bondade
    Que ama em silêncio amigo
    As chagas da Humanidade.

    Amparo ao livro que ampara,
    Sublime palma que levas...
    Quem auxilia um livro nobre
    Acende uma luz nas trevas.

    O Evangelho de Jesus
    Na obra de redenção,
    É pão em forma de livro
    À fome do coração.

    O Universo é um livro imenso
    Que da Terra ninguém lê...
    O Céu brilhando estrelado
    É a capa que a gente vê.

    Já fomos, caro Joaquim,
    Trovadores de outros nomes...
    Por isso é que volta ao verso
    Seu amigo – Anselmo Gomes.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens